Câmara de Buritizeiro altera LOA e aprova PPA e LDO do município

Na noite desta segunda-feira (22) foi realizada a 29ª Reunião Ordinária da Câmara de Buritizeiro. Foram pautados e votados Projetos de Lei (PL) propostos pelo Poder Executivo, relacionados ao planejamento orçamentário do município e matérias de autoria dos vereadores da casa legislativa buritizeirense.
Após tramitar nas últimas semanas, o Projeto de Lei n°47/2021, que “Dispõe sobre a Lei Orçamentária Anual – LOA para o exercício de 2022” foi votado pela primeira vez. A Comissão de Fiscalização Orçamentária (CFO) apresentou uma Emenda Modificativa no projeto, que foi aprovada por todos os vereadores. Com essa alteração acatada e com os pareceres favoráveis da Assessoria Jurídica e das Comissões de Legislação, Justiça e Redação (CLJR) e da (CFO), o PL foi aprovado com nove votos favoráveis. Os vereadores Francisco Moreira Neto e Ludimila Lôpo se abstiveram de votar. Em seguida, também na sua primeira votação, foi aprovado por unanimidade, o Projeto de Lei n°48/2021, que “Dispõe sobre o Plano Plurianual – PPA Quadriênio 2022/2025”, após os pareceres favoráveis das comissões e Assessoria Jurídica.
De autoria do vereador Sidney Vila Real, o PL n°54/2021 “Dispõe sobre a denominação da praça academia da saúde no bairro São Francisco”, foi deferido com os votos de todos vereadores. A referida praça homenageará o senhor Olegário Dorásio de Souza. Outra homenagem confirmada, por unanimidade na votação, é para o senhor Cesarino João Emiliano, que emprestará seu nome para a antiga Avenida Um do bairro Recanto dos Buritis. A proposta oficializada na PL n°56/2021, foi idealizada pelo vereador Sandro Paulo. Os familiares do homenageado acompanharam a votação na Câmara e foram recepcionados pelos vereadores.
As votações foram finalizadas, com o Projeto de Lei n°57/2021, que “Altera os anexos da Lei de Diretrizes Orçamentárias para o Exercício de 2022”. Com o respaldo da Assessoria Jurídica e das comissões CLJR e CFO, o projeto foi aprovado por todos os vereadores, na primeira instância.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *